Please update your Flash Player to view content.
Entrevista com o Dr. Denham Harman

Dada por Harman aos 80 anos de idade

“O corpo tem uma bomba relógio e a morte é o preço que pagamos para viver”.Harman

- Podemos viver até os 200 anos?

Harman – Talvez possamos. A natureza é muito inteligente. Os pássaros, por exemplo, têm o metabolismo alto, usam muito oxigênio, e vivem relativamente muito mais. Um animal que tem um metabolismo alto normalmente não tem uma vida muito longa. Há pesquisas dizendo que os pássaros vivem mais porque menos de 1% do oxigênio que usam para viver é transformado em radicais livres.

Por outro lado, em animais que sofrem um distúrbio de senescência, ou seja, envelhecem rapidamente e morrem, descobriu-se uma falha na mitocôndria que produzia muitos radicais livres no consumo de oxigênio.

- A engenharia genética poderia ser usada para modificar a mitocôndria humana de modo que ela produzisse menos radicais livres ao transformar oxigênio em energia?

Harman – É nisso que estou interessado hoje. Muitos pesquisadores no mundo estão envolvidos em pesquisas da mitocôndria. Eles estão tentando descobrir como alterar a estrutura ou a química da mitocôndria de modo a diminuir a transformação de oxigênio em radicais livres.

- Hoje em dia, a única coisa que você pode fazer para retardar o envelhecimento é tomar antioxidantes?

Harman – Não. Você pode retardar o envelhecimento, até certo ponto, diminuindo seu consumo de comida, não em termos de nutrientes, mas de calorias. Quanto mais calorias você consome, mais oxigênio precisa no corpo. Se você diminui seu consumo calórico em 10%, diminui a necessidade de oxigênio em até 10%, seu peso diminui em 10%, e diminui a produção de radicais superóxidos e peróxidos em 10%. É difícil reduzir o consumo de alimentos, mas você deve tentar manter seu peso o mais baixo possível. Depende da pessoa: algumas ficam bem reduzindo comida, outras parecem que estão morrendo de fome. Deve-se manter o equilíbrio.

- Com 80 anos, o que o senhor faz para retardar o seu processo de envelhecimento?

Harman – O que sempre fiz. Pratico exercícios moderados, mantendo meu peso baixo, e tomo vitaminas: 50 miligramas de vitamina C três vezes por dia, 400 UI de vitamina E todo dia, 50 mg de selênio. Isso não é muito, vejo gente carregando frascos enormes de vitaminas para todo lado. Muita gente está tomando vitaminas demais, mas ninguém sabe qual é a quantidade ideal. Sabemos as quantidades ideais para ratos, pelas experiências, mas extrapolar isso para seres humanos é muito difícil.

- As pesquisas nessa área alegam que a vitamina C e vitamina E, além de minerais como selênio, podem mudar esse processo. Como?

Harman – As reações de radicais livres produzem mudanças, algumas das quais podem estar envolvidas em doenças. Os antioxidantes reagem com os radicais livres e diminuem o tamanho do estrago. No nosso corpo, reações de radicais livres produzem superóxidos e peróxidos o tempo todo. A vitamina E e selênio previnem a formação de peróxidos, ou seja, temos muitas defesas naturais contra os estragos da oxidação.

- Então temos uma bomba-relógio dentro do nosso corpo? Chegando a uma certa idade, simplesmente morremos?

Harman – Temos uma bomba-relógio no corpo, todas nossas mitocôndrias estão nos assassinando. Nossa morte é o preço que pagamos para viver. Para que o nosso corpo funcione, temos q produzir energia e é isso que a mitocôndria faz. Mas, nesse processo, estamos nos suicidando, e fazemos isso cada vez mais rápido.

“Modificar a estrutura genética da mitocôndria pode ser a fonte da juventude”.Harman

Artigo extraído do livro "De Olho na Saúde" - Heloísa Bernardes

 
 
 
Loja Virtual / Clique no livro desejado para saber maiores informações e preço: